2011/05/10

Coisa rápida, ligeira...

Aquela mocinha simpática...


Era sempre risonha, simpática, mas não era muito dada não, aliás, diziam, era cara pra diabo.

Os pobres meninos das redondezas viviam de olhos fundos, meio corcundas, alguns, diziam as mães preocupadas:


- Quase tuberculosos!


E ela passava todas as tardes, com a sua saia justinha, aquele sorriso perfeito, aquelas pernas torneadas, naqueles saltos altíssimos...

Os meninos babando corriam para casa.

6 comentários:

solaris disse...

Nossa passada rápida no seu blog, como não poderia deixar de ser...mas hj está show!

Ranzinza disse...

Me esforço muito para isso.

Silvio Barreto de Almeida Castro disse...

Como o senhor com muita pertinência relatou: POBRES MENINOS!!!!!!!!!!!!!!

Ranzinza disse...

Quero crer que o Senhor bem entende o que eles passam...

Silvio Barreto de Almeida Castro disse...

O Senhor os livrará da covardia. Algum versículo bíblico levar-los-á ao caminho da Luz.

Ranzinza disse...

Meu pupilo...
Meu orgulho...