2014/01/30

2014/01/21

SILÊNCIO


No silêncio
De seus olhares
Naquela sequência
De reticências
Palavras amargas
Envenenavam seus fígados.