2012/07/05

ESTRANHAMENTO


Ao entrar na casa me surpreendi em reconhecê-la por completo, mas havia um elemento dissonante lá, aquele quadro ali na parede, aquelas pessoas não eram da minha família, e juro, o patriarca na foto olhava para mim com olhos graves e reprovadores. Mas a mobília e tudo mais me eram tão familiares...
Então tocou a campainha!

Um comentário:

Mirze Albuquerque disse...

Roberto!

Já tive essa experiência. Parece um sonho, mas não é.

FanTástico!

Beijos

Mirze