2011/11/08

E se não fosse a chuva

O frio
(mais na alma que no corpo)
Se não fosse a vontade de um dia claro de céu azul sem calor, sem moscas, sem minhocas na cabeça, sem telefonemas, sem contas a pagar, sem tristezas, sem ninguém para compartilhar o pouco, o muito, o quase que tenho, tive ou quem sabe, terei.
Se não fosse a solidão
De olhar da janela o mundo
As pessoas sorrindo
As crianças correndo
Os cachorros latindo
Se não fosse o estar sozinho a andar de ônibus
Aquela chuvinha chata nos vidros, e
Não ter ninguém ao meu lado
Não fosse
Não tivesse sido
Não houvesse jamais
Não...
Tantos nãos
Tantas possibilidades perdidas
Se não fosse tanta incompreensão
Tantas comparações
Se não fosse
Se não fosse
Se não fossem essas tantas coisas
Não estaria agora escrevendo isso.

2 comentários:

Nanda Assis disse...

suas logicas são otimas, ou seriam os casos?

bjos...

Ranzinza disse...

os "ambos" às vezes!