2017/07/04

CHORÃO


como um Narcíso
em seu reflexo n’água
chora o salgueiro

Nenhum comentário: