2013/09/27

ABSURDO, MAS ÚTIL




Fevereiro, meio-dia, sol  a pino, sem uma sombra nas ruas, Josélio fechou as cortinas e declarou:
- Boa noite!
O silêncio caiu, e todos dormiram felizes para sempre...


2 comentários:

Bárbara Magrela disse...

Qdo eu podia (hj a correria não permite), fazia como o Josélio: encerrava o expediente do meu dia qdo a paciência esgotava.

Mais uma vez fabuloso, chefe!

Ranzinza disse...

Thanks!