2012/06/18

MORTE


O triste não é morte dos entes queridos
Mas a morte lenta deles
Em nossas memórias
Assim sendo, eles acabam por
Morrer duas vezes

3 comentários:

Eduardo Oliveira disse...

Bravo Bravíssimo!!!!

Mirze Souza disse...

Excelente!

Por favor, não lembre de mim, quando eu morrer.

Beijos

Mirze

Silvio Barreto de Almeida Castro disse...

Lembro de um primo psicopata sorrindo com um ar de superioridade no velório do meu pai. E ele ainda está vivo.