2011/05/19

BATALHAS

Cada Sísifo com sua pedra
O faxineiro do prédio
Luta diariamente
A luta inglória contra
O cocô dos pombos nas
Escadarias
E corrimões
Ele limpa
Os pombos sujam
Ele limpa
Os pombos sujam
Assim é o seu dia
Essa a sua eterna maldição
E minha diversão
Fumo enquanto ele sofre
Fumo e filosofo
Fumo e os pombos cagam
Fumo e ele volta a lavar os degraus
Sísifo e sua pedra...

6 comentários:

Silvio Barreto de Almeida Castro disse...

Pombos podem ser uma praga, mas dão emprego.

Ranzinza disse...

Como sempre um comentário muito bem colocado...

MIRZE disse...

Ainda bem que são pombos. Já imaginou se fossem bois?

O porteiro não aguentaria! Dizem que o Criador acertou fazendo com que as aves e não as vacas e cavalos, possam fazer suas necessidades no ar.

GRAÇAS!

Muito BOM!

Beijos

Mirze

Ranzinza disse...

HAhahahahahaha, Deus é Grande Sábio mesmo.

vladéfoda disse...

nem tanto quanto o senhor é claro, mas tem lá o seu valor

Ranzinza disse...

Tá um amigo que vale que um milhão.